Aeromodelismo nas Bases Aéreas

Aeromodelismo nas Bases Aéreas

Mensagempor Carlos Bastos » 24 dez 2012, 17:56

:cry: :cry: :cry: Ontem, domingo, a meio da tarde, fui a Alverca para ensaiar um multirotor. Não havia vento e ainda estava nevoeiro mas como a visibilidade se estendia a algumas dezenas de metros entendi que estavam reunidas as melhores condições para ensaiar aquele tipo de aeromodelo.
Ao chegar à Porta de Armas pedi para ir para o Aeromodelismo. Foi-me respondido que não havia Aeromodelismo. Perguntei porquê? (atrevimento?) O praça da Polícia Aérea, imbuído dos chamados “pequenos poderes” que o seu estatuto ali permite e perante um “qualquer desqualificado brincalhão de aviõezinhos” respondeu que havia atividade aeronáutica na Base e pronto! Nada mais haveria a dizer. Quem manda, manda.
Atividade aeronáutica? Ao domingo à tarde e com nevoeiro? E com os costumados e resignados Aeromodelistas remetidos para um espaço restrito ao sul da pista 04 (soleira deslocada) onde, reconheço, não interferimos em qualquer atividade aeronáutica do lado ar do Depósito ou da OGMA aos fins de semana.
Não posso deixar de pensar que a Força Aérea pertence, tal como as Forças Armadas, a todos NÓS. Sou eu, os Aeromodelistas e mais 10 milhões de cidadãos que, com os nossos descontos e impostos, sustentamos aquelas forças. E porquê tantas dificuldades com a ocupação limitada e temporária de campos de voo que, afinal, a todos pertencem? Sem que prejudiquemos a necessária segurança operacional, evidentemente. E porquê as dificuldades a Aeromodelistas que, sendo alguns ainda jovens, irão suprir as necessidades de pilotos e outras especialidades da Aviação. É vendo os aviões numa Base que se ganha ou consolida o entusiasmo pela Aeronáutica.
Na Grã Bretanha, país que acompanho com regularidade a sua atividade aeromodelista, as Bases Aéreas e campos de treino militar abrem regularmente à atividade e às provas de RC e de VL. E pela europa fora também. E não nos EUA só porque a topografia do país, com as suas “Great Planes “ e desertos do sudoeste não justifica o apelo à necessidade de Bases militares; mas faz-se Voo Circular nos Porta Aviões!
Sou um Aeromodelista VCC. Na década de 60, em plena guerra no ultramar, entrávamos em Alverca e na Granja do Marquês, às 8 horas da manhã, sem quaisquer restrições a não ser a identificação na Porta de Armas, e estávamos autorizados a percorrer toda a área do lado ar pois a prática do Voo Livre a tal obrigava. Na década de 70, mesmo depois de 74, tudo assim se manteve.
Depois houve uma espécie de restrição, por ironia, sem haver atividade militar da parte das nossas Forças, e foram contidas as movimentações de Aeromodelistas nas Bases. Tanto quanto sei, em Alverca e na Granja do Marquês.
Coincidência temporal ou não estes factos acompanham o aparecimento da federação.
Esquisito, não é??? :roll:
Carlos Bastos
Aeromodelista desde 1958
Avatar do Utilizador
Carlos Bastos
Participante regular
 
Mensagens: 112
Registado: 19 jan 2009, 10:32

Voltar para Locais de vôo

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron