Regulamentação dos multirotores no Brasil

Regulamentação dos multirotores no Brasil

Mensagempor Moraes » 28 fev 2014, 02:12

Aqui na república das bananas o ANAC (similar ao INAC aí) entrou com uma proposta de regulamentação dos Drones.

http://glo.bo/1msr0Cy

Imagem

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) pretende permitir voos de drones de até 25 quilos em lugares públicos a até 400 pés (cerca de 120 metros) de altitude com regras facilitadas.

A proposta foi apresentada às empresas da indústria de defesa que operam veículos aéreos não tripulados (vants) no país e ainda irá à consulta pública antes de ser publicada no Diário Oficial da União. A previsão é que entre em vigor até o fim de 2014, diz a agência.

Em abril de 2013, o G1 divulgou com exclusividade que mais de 200 drones estão em operação no Brasil sem que exista regulamentação para emprego comercial destas aeronaves. Eles desempenham funções que antes dependiam de aviões e helicópteros, como a captação de imagens aéreas, buscando maior eficiência e alcance, redução de custo e mais segurança.


Atualmente, apenas 5 estão autorizadas a operar: dois israelenses de 1.100 kg da Policia Federal, um que pesa menos de dois quilos é usado pelo governo para vistorias em áreas de mineração e duas unidades da Xmobots, uma empresa do setor. Em setembro, um levantamento mostrou que várias polícias estaduais usam pequenos aviões com câmeras de forma ilegal em operações.

A proposta dividiu os drones em três categorias por peso – até 25 quilos, entre 25kg e 150 kg e acima de 150 kg - com regras diferenciadas para cada uma delas em relação ao registro do avião, operação em áreas públicas, manutenção, prevenção de acidentes e formação do piloto. As regras serão menos rígidas para aviões não tripulados de até 25 quilos e que sejam operados até o limite do campo de visão.


A ideia é facilitar a operação particular e também o uso comercial. Pela proposta da Anac, permanecem proibidos os voos de drones em áreas públicas abertas habitadas.

Hoje, para a obtenção da autorização – chamada de Certificado de Autorização de Voo Experimental (Cave) – é necessário cumprir uma série de exigências e entrega de documentos à Anac, um processo que pode levar até um ano.
Drone em festa de casamento
“A proposta apresentada pela Anac é extremamente simplificada e vai facilitar a operação de vants de até 25 quilos em relação a exigências como manuais, treinamento de piloto. As empresas terão mais facilidade para vender e operar comercialmente, fazendo filmagens aéreas, alugar para uso. Antes isso não era permitido”, afirma Antonio Castro, presidente do comitê da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abinde)que trata do tema.

“Agora, poderão usar drone para filmar um casamento em uma área privada, desde que as pessoas que entrem no local autorizem serem filmadas. O mesmo vale para um set de filmagem de novela, por exemplo. A complexidade na regulação no Brasil está diminuindo”, comemora ele.

Atualmente, cerca de 20 empresas brasileiras fabricam peças ou sistemas ou operam aeronaves remotamente pilotadas e cobravam da Anac uma facilitação nas regras para alugar ou usar comercialmente os drones.

Regras diferenciadas por categorias
Pela proposta será proibido o transporte de pessoas, animais ou artigos perigosos em vants em aeromodelos. Será proibido também o voo de vants autônomos (que decolem e pousem sozinhos, sem acompanhamento de um piloto ou operador).
Todos os pilotos que operarem drones além do alcance de visão deverão possuir licença e habilitação emitidas pelas Anac e todos as operações deverão possuir um seguro com cobertura de danos a terceiros.
Até 25 quilos
Voos de drones de até 25 quilos serão permitidos em ambientes confinados, desde que todos os presentes estejam cientes dos riscos e autorizem serem monitorados. Em locais em que haja fluxo de pessoas, deve ser autorizado formalmente pelo responsável.

Já em áreas privadas abertas, o voo de vants de até 25 quilos é permitido a até 400 pés desde que ocorra em "linha de visada visual" (ao alcance da visão), durante o dia, e que o piloto mantenha contato constante visual direto com o vant.
Os voos devem ocorrer a pelo uma distância de pelo menos 5km de aeroportos.


Boa notícia! Invés de proibir, regulamentar.

Já posso engordar os meus, o mais pesado ainda está com 1/5 do peso permitido :-)

Abcs
Avatar do Utilizador
Moraes
Fundador
 
Mensagens: 3385
Registado: 20 dez 2008, 14:23
Localização: RJ / Brasil

Re: Regulamentação dos multirotores no Brasil

Mensagempor GhostMaster » 28 fev 2014, 14:01

25kg? LOOOL Eles estão completamente fora da realidade... 10kg era provavelmente um limite real... E mesmo assim duvido que muitos ultrapassem os 3kg, 3kg já dá para muita coisa...
Mais informações sobre multirotores, FPV, cameras, dicas, etc pode ler este blog: http://fpvportugal.com/
Avatar do Utilizador
GhostMaster
Forum-Dependente
 
Mensagens: 625
Registado: 01 fev 2012, 06:10
Localização: Coimbra

Re: Regulamentação dos multirotores no Brasil

Mensagempor Moraes » 28 fev 2014, 16:01

Eu já passei dos 5 kg, e tenho amigos que tem octos bem maiores.
Avatar do Utilizador
Moraes
Fundador
 
Mensagens: 3385
Registado: 20 dez 2008, 14:23
Localização: RJ / Brasil

Re: Regulamentação dos multirotores no Brasil

Mensagempor GhostMaster » 01 mar 2014, 00:06

Moraes Escreveu:Eu já passei dos 5 kg, e tenho amigos que tem octos bem maiores.


Estas a falar de máquinas reflex certo?

A reflex compactas estão aí em força e com provas dadas de qualidade, a tendência é para cada vez menos tamanho/peso ocuparem.

Eu falei nos 3kg porque já dá para um gimbal muito boa de 3 eixos e uma GoPro 3, a GoPro a 2.7k 30fps ainda dá umas cartas, depois o segredo está no tratamento do vídeo no PC. ;)
Mais informações sobre multirotores, FPV, cameras, dicas, etc pode ler este blog: http://fpvportugal.com/
Avatar do Utilizador
GhostMaster
Forum-Dependente
 
Mensagens: 625
Registado: 01 fev 2012, 06:10
Localização: Coimbra

Re: Regulamentação dos multirotores no Brasil

Mensagempor Oliveira » 02 mar 2014, 00:38

"até 25kg"
Envolve todos os pesos até esse limite.
Avatar do Utilizador
Oliveira
Membro do Staff
 
Mensagens: 1574
Registado: 21 dez 2008, 14:37
Localização: Valongo

Re: Regulamentação dos multirotores no Brasil

Mensagempor Chispas » 03 mar 2014, 11:53

Boas.

Tal como pensei de início, as regras aplicadas aos quads ou drones reflectem o que já existia na legislação das várias entidades envolvidas:
Proibição de voo acima de determinadas altitudes, aqui os 120m parecem a BMFA inglesa ou os 500' da BA1, não passar o campo de visão, proibido voar a menos de 5Km de aeroportos e só sobrevoar pessoas em determinadas circunstâncias.
Acima de determinado peso e distância, licença e habilitação pela ANAC, o nosso INAC, o que era de prever pois implica conhecimento de regras aeronáuticas reservadas a pilotos brevetados.
Avatar do Utilizador
Chispas
Membro do Staff
 
Mensagens: 3406
Registado: 22 dez 2008, 01:15
Localização: Sintra


Voltar para Associativismo, responsabilidade, Legalidade

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes

cron