Combustão ou elétrico, qual o mais barato?

Combustão ou elétrico, qual o mais barato?

Mensagempor hassane » 02 dez 2010, 20:30

Primeiramente não quero uma luta a criar esse tópico e longe disso, pelo contrario actualmente só uso glow. Mais muitos podem chegar uma conclusão ou não, por isso primeiramente peço que comente sobre o assunto e não comecem com discussão ou off topic.

A primeira coisa que assusta o helimodelista da classe 450 que pretende partir para helis maiores da classe 600 é o preço da bateria de lipo.

Com razão, pois o preço de uma boa bateria 6S de 5000 mah (dura uns 5 minutos de vôo 3d Forte tem pessoas que consegue aumentar a autonomia aumentando o pinhão e baixando o head speed) pode chegar aos 200€ (ThunderPower) estou a dizer um valor por alto, que andei a vê na net.

Olhando para o preço de 1 (um) galão de combustível €37,50 Optifuel 30%(dura uns 8 minutos de vôo cada tanque) é fácil concluir que o preço é muito mais vantajoso.
~
Será mesmo?

Esse post não pretende ser o dono da verdade, mas apenas derrubar alguns mitos e fazer os colegas helimodelistas pensarem.

Vamos fazer alguma matemática:

Helimodelo Combustão .50:


Custo do galão de 5l (glow 30% nitro) = € 37,50 (OPTIFUEL 30% nitro )
Tempo de vôo (3D) médio, por tanque de 400ml = 8 minutos se for voo sport pode chegar aos 12min reduzindo a rotção
Quantidade de vôos por galão = entre 10 a 12

Custo por minuto de vôo (aproximado) = 500ml por conta do deposito auxiliar que é meu caso tem pessoas que não tem, € 1,87


Helimodelo Elétrico 600:

Custo da bateria 6S 5000 mah = € 200,00 (thunder power v2 extreme)
Tempo de vôo (3D) médio, por carga = 5 minutos
Quantidade de cargas por bateria (vida útil média) = 150

Custo por minuto de vôo (aproximado) = € 0,95 tendo em conta o valor da luz e o tempo que o carregador ficará ligado e o consumo do carregador, estou dando mais ou menos uma aproximada no valor

Com esses números é fácil concluir que na verdade, a grosso modo, ao contrário do senso geral, o preço de minuto/vôo dos helimodelos elétricos é menor!

Claro que existem inúmeros outros fatores a considerar, como o preço do carregador/balanceador, tempo de espera entre cada vôo, preço das quedas, que ja tive um caso que cai e a lipo era uma turnigy e foi logo para o saco que abriu duas celulas, etc.

Mas vale lembrar que os helimodelos à combustão também possuem outros custos a serem considerados, como o do aquecedor de vela, start, bombas, sujeira, barulho (muitos adoram "como eu"), etc.

Sem esquecer do factor ambientalista que no caso do glow polui o ar (infelizmente eu sou poluidor) enquanto as lipos não polui


Não se esqueça de que os eléctricos a curto prazo tem valor mais alto do que os glow, e que para se poder fazer mais que 3voo num 600 se torna muito complicado tendo em conta o valor final de uma lipo.

Parte mais chata para mim no glow e chegar no final e limpar infelizmente esse inconveniente é chatooo.

Em conclusão, acho que o fator custo não deve pesar na sua escolha entre elétrico e combustão, porque no final das contas eles são equivalentes.Por isso não seja "Maria vai com as outras" pegue o papel, lápis ou caneta e faça bem as suas continhas, nem tudo o que parece é.

Problemas que o eléctrico tem, para ja é um devorador de main gears, segundo manobras fortes tem muito torque que causa a perda de cauda independente do giroscópio só com pás maiores que se pode melhorar esse efeito, outro efeito negativo assim que a lipo perde força a cauda vai cedendo em manobras de cauda tal como: andar para trás, rainbow (acho que é assim que se escreve) e Tic-Toc de frente.



Bons Voos
Hassane Omar
Avatar do Utilizador
hassane
Participante ocasional
 
Mensagens: 35
Registado: 28 fev 2010, 16:10

Re: Combustão ou elétrico, qual o mais barato?

Mensagempor heliop » 03 dez 2010, 00:38

Bom tópico!

Contudo, há 2 cêntimos que quero dar à discussão:

1- Para baixar a rotação da cabeça, reduz-se o número de dentes do pinhão. Ganha-se binário contra a redução da rotação;
2- Poluição: A que o glow faz, está á vista. O eléctrico não se vê, mas, há que ponderar sobre ela:

a) Qual a poluição gerada na produção das Lipos e qualquer outro tipo de bateria? Basta ter em atenção onde elas são fabricadas e imaginas logo um rio transformado em lodo tóxico pelas descargas...
b) Dependente do país que se vive, assim se pode ver como é gerada a energia eléctrica necessária para carregar as Lipos e outras. Por acaso, em Portugal, à conta do contribuinte, há uma grande aposta em energias renováveis, mas, a maior parte provém de centrais a carvão e combustíveis fósseis. Da comprada em França e Espanha, além das referidas acrescenta a nuclear. Vale a pena pensar nisto antes de se cantar aos 7 ventos que "eléctrico = ambiente" :ugeek:

Eu gosto muito do glow. Não pelo fumo. Pelo som e interacção sentida...
Avatar do Utilizador
heliop
Participante regular
 
Mensagens: 179
Registado: 31 dez 2008, 00:34
Localização: Algés

Re: Combustão ou elétrico, qual o mais barato?

Mensagempor Chispas » 03 dez 2010, 19:42

Boas.

Aproveito para deixar os meus dois milêntimos, aquela moeda cobrada no preço do combustível :ugeek:
Não tenho héli e só sei fazer um estacionário curtinho se o héli estiver bem afinado, até aí consigo chegar, mas o meu mundo é mesmo o dos aviões e por isso só pego num héli quando me pedem para ver se algo está errado.

Quanto a preços, acho que fica ela por ela dependendo da qualidade/preço do material escolhido e até aos modelos a gasolina. Nesses o voo fica mais barato comprando gasolina 95 e 3% de óleo mas esta é a minha opinião e vale o que vale vindo de quem não tem um héli.
hassane Escreveu:... Problemas que o eléctrico tem, para ja é um devorador de main gears, segundo manobras fortes tem muito torque que causa a perda de cauda independente do giroscópio só com pás maiores que se pode melhorar esse efeito, outro efeito negativo assim que a lipo perde força a cauda vai cedendo em manobras de cauda tal como: andar para trás, rainbow (acho que é assim que se escreve) e Tic-Toc de frente.
Bons Voos
Hassane Omar
E uma embraiagem, tal e qual como nos hélis a combustão e nos carros eléctricos RC, não resolvia o problema?
heliop Escreveu:...
a) Qual a poluição gerada na produção das Lipos e qualquer outro tipo de bateria? Basta ter em atenção onde elas são fabricadas e imaginas logo um rio transformado em lodo tóxico pelas descargas...
b) Dependente do país que se vive, assim se pode ver como é gerada a energia eléctrica necessária para carregar as Lipos e outras. Por acaso, em Portugal, à conta do contribuinte, há uma grande aposta em energias renováveis, mas, a maior parte provém de centrais a carvão e combustíveis fósseis. Da comprada em França e Espanha, além das referidas acrescenta a nuclear. Vale a pena pensar nisto antes de se cantar aos 7 ventos que "eléctrico = ambiente" :ugeek:

Eu gosto muito do glow. Não pelo fumo. Pelo som e interacção sentida...
Pelo que li há pouco tempo num artigo da Gizmag, a pegada ecológica das baterias de um carro eléctrico era de apenas 15%, incluindo o fabrico e o fim de vida: http://www.gizmag.com/empa-study-enviro ... car/16181/
Poderemos dar o mesmo exemplo para o fabrico do Glow. Afinal o Metanol não é um produto inócuo nem o seu fabrico limpo de resíduos. Quanto ao óleo e ao Nitrometano nem vale a pena falar.
Na minha opinião, ambos poluem, directa ou indirectamente.

Quanto ao voo em si, se for 3D prefiro o combustão pois o som acompanha a evolução do modelo. Já se for escala, prefiro os eléctricos de baixa rotação pois a rotação das pás é mais audível o que torna tudo mais realista.
Avatar do Utilizador
Chispas
Membro do Staff
 
Mensagens: 3406
Registado: 22 dez 2008, 01:15
Localização: Sintra

Re: Combustão ou elétrico, qual o mais barato?

Mensagempor heliop » 05 dez 2010, 01:57

Boas,

Li o artigo sobre a pegada ecológica e verifiquei que a evolução dos motores actuais a combustão quase permitem, em termos médios, o ponto de equilíbrio entre o nível total de poluição entre carros com com motores a combustão x eléctrico. Uma extrapolação menos rigorosa pode levar a concluir o mesmo sobre os modelos RC... Mais perto ou mais longe deste equilíbrio, o que importa é não "taparmos o sol com a peneira" e pensar que somos "todos verdes" porque só voamos modelos eléctricos. Enfim, não há mundos perfeitos.

Sobre a eventualidade da embraiagem nos eléctricos, o problema mantém mesmo após a introdução da mesma: como a resposta do motor eléctrico é superior à do a combustão (claro está, com motores considerados equiparáveis), a embraiagem vai actuar mais rapidamente sobre o restante sistema de transmissão e deteriorar o mesmo.

Assim, julgo que uma das soluções alternativas reside na qualidade do controlador do motor e sua programação. Outra, na selecção de materiais mais resistentes e melhoria do design e opções nos sistemas de transmissão (por andares; dentes helicoidais; etc).

Por isso, por vezes surgem algumas marcas que pegam em máquinas existentes e resolvem os seus problemas de concepção original (recordo-me de uma para os helicópteros, a TZ Helicopters).
Avatar do Utilizador
heliop
Participante regular
 
Mensagens: 179
Registado: 31 dez 2008, 00:34
Localização: Algés

Re: Combustão ou elétrico, qual o mais barato?

Mensagempor Chispas » 05 dez 2010, 14:27

Boas.

Heliop, obrigado pelo esclarecimento sobre a embraiagem.
Vindo do mundo dos carros, conheço o que eles usam e além da embraiagem o desenho/material da transmissão tem de ter em conta a força que vai exercer e suportar. Ainda ontem ao falar com um colega dos 1/8 eléctricos ele confirmou-me que os motores e variadores com sensores são muito mais suaves no funcionamento embora exijam mais trabalho na programação.
Avatar do Utilizador
Chispas
Membro do Staff
 
Mensagens: 3406
Registado: 22 dez 2008, 01:15
Localização: Sintra


Voltar para Dúvidas e questões - Helicopteros

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron